Converse

Publicidade:



A marca Converse e seus estilos

Skatistas. Roqueiros. Clássicos. Retros. Esportista. A Converse trabalha para atingir todos os estilos.  Um século depois de sua criação, e a marca continua fazendo sucesso com seus tênis de visual casual e despojado, sempre um clássico em milhões de pés pelo mundo a fora. A vida é feita de histórias. De coisas vividas que nos trouxeram até o presente. E com Converse não é diferente. A grife passou por muitos momentos que a fizeram umas das marcas mais importantes do mundo, presente em meio ao mundo dos esportes, sendo de extrema importância para o desenvolvimento do basquete e ganhando a reputação de “America’s Original Sports Company”. E também no universo da música, sendo responsável pela criação do estilo rockeiro de bandas como Ramones, Rolling Stones, Kurt Cobain e os garotos do Strokes, que influenciaram uma geração inteira.

Você conhece a história do All Star?

Quem gosta de moda provavelmente já teve um par de All Star no armário. Mas quem gosta mesmo de estar sempre esbelta possui, pelo menos, mais de um modelo na sapateira! Tudo começou em 1908, quando Marquis Mils Converse, um respeitado ex-gerente de uma empresa de calçados esportivos, após sofrer um acidente em uma escada, decidiu criar um sapato com sola de borracha, que evitasse as derrapagens e escorregões. Surge então, a Converse Rubber Shoe Company, na cidade de Malden, nos Estados Unidos. Um ano mais tarde, quinze empregados produziam seus primeiros tênis e em 1910, a empresa já empregava 360 pessoas e produzia quatro mil pares de tênis por dia, possuindo quatorze representantes de venda a promover seus produtos.

Cinco anos mais tarde a Converse passou a produzir os primeiros pares de tênis para a prática de esportes em geral. E, após a iniciação da confecção de calçados de lona, é lançado o Converse All Star, o primeiro tênis de performance para basquete do mundo. Calçado este que se tornaria um dos modelos esportivos mais famosos de todos os tempos.

Em 1921, Chuck Taylor amarra seu primeiro All Star. O jogador universitário, que logo se tornou profissional, fez uma parceiria de sucesso com a marca, e colocou novas ideias para uma versão do tênis. Ele mudou o desenho da sola para criar mais tração, adicionou uma proteção no calcanhar para melhorar o apoio e proteção ao tornozelo dos jogadores. Dois anos depois, foi lançando um Converse com a assinatura de Chuck, sendo o único tênis usado por todos os jogadores de basquete, foi o primeiro modelo produzido para o mercado de massa norte-americano. No ano de 1993 a empresa foi comprada pela família Stone. E a marca continuava marcando presença nos fatos importantes ao redor do mundo. Durante a Segunda Guerra Mundial, a empresa passou a produzir sapatos especiais com tecidos protetores e acessórios para as forças armadas americanas. Após a guerra a Converse continuou desenvolvendo sua linha de tênis.

O design básico, o conforto e a durabilidade sempre foram os conceitos utilizados na fabricação desses calçados. No período de 1946 a 1949, inaugurou duas grandes fábricas na região de New Hampshire para atender a crescente demanda por seus produtos. Em 1953 inaugurou a Coastal Footwear Corporation em Porto Rico, iniciando assim seus primeiros passos para a expansão internacional. Nesta época a empresa desenvolveu uma versão baixa do All Star, que logo se tornaria o calçado preferido daqueles que procuravam por lazer. Com o sucesso, a linha de tênis de Chuck Taylor ganha sete novas cores, além dos originais preto e branco. No ano de 1956, o ator James Dean, protagonista do filme Rebelde Sem Causa, aparece para o mundo usando um par de All Star, o suficiente para transformar o tênis em mania entre jovens, que já seguiam a moda de Dean, de jeans e camiseta.

Com o surgimento do Rock and Roll nos anos 60, apareceu também uma receita na hora de se vestir: jaqueta de couro, calça jeans e tênis de cano alto. Seguindo essa moda, a Converse tornou-se ainda mais popular nos Estados Unidos. Nessa época, a marca promoveu seus produtos como parte do autentico estilo de vida americano nas escolas e faculdades. Depois de anos, no início de 2003, a empresa é adquirida pela Nike. A nova dona passou a ter o domínio de um ícone que há mais de um século faz sucesso tanto dentro como fora das quadras esportivas. Atualmente suas linhas de produção são focadas na marca All Star e nos produtos direcionados para o basquete e skate.

No Brasil, o tênis conquistou os pés dos brasileiros desde a década de 80, e já caminhou em passarelas como a de Patrícia Viera, Moshe, Sommer e Alexandre Herchcovitch. O tênis virou sapatilha, bota e até um discutível salto alto. Mas o que não se discute é o sucesso do modelo. A Converse trabalha para atender um público composto por jovens despojados, que buscam o conforto do tênis para enfrentar as situações cotidianas de um cenário urbano e agitado.

De ambos os sexos, os consumidores da Converse se constituem de pessoas descoladas que gostam de exclusividade, e expressam sua personalidade no modelo de um tênis que se adapta a qualquer situação, em todos os lugares, em todos os lugares. A marca está disponível em diversos países do mundo. E esteve em vários momentos importantes da história mundial, fazendo parte de movimentos culturais e expressando a individualidade de cada um deles. Trata-se de uma marca corajosa que evolui de acordo com as necessidades de seus clientes. Sua historia está repleta de fatos interessantes, e com certeza terão muitos outros, porque os contos que não acabam, que simplesmente vão se adicionando mais e mais elementos, são sempre os melhores!

Fotos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publicidade:


Compartilhe este artigo com suas amigas:

   

Curta nossa página no Facebook


Comentários através do Facebook

Sem Comentários.

Deixe um Comentário