Sapato Peixe, 1931

Publicidade:



Como era feito o Sapato Peixe?

Criar algo novo nos dias de hoje é extremamente difícil, principalmente se você parar e pensar “o que será que o consumidor vai gostar?”, imagine criar algo novo em 1931, onde a sociedade era conservadora ao extremo, onde algo novo era considerado perda de tempo e dinheiro, onde artistas eram vistos como loucos, onde estilistas eram vistos de uma forma muito superficial e como burgueses desocupados.

Foi o que André Perugia passou quando criou o Sapato Peixe em 1931.

Perugia começou cedo no mundo da moda, aos 16 anos já criava no atelier de sapatos de seu pai, em 1909, daí pra frente seu talento como designer de sapatos só aumentou, fazendo dele uma das maiores referências no mundo da moda calçadista.

O Sapato Peixe de Perugia, de 1931, feito em pelica (couro finíssimo, usado de forma muito cuidadosa, muito caro), tem olhos, escamas e rabo, e segundo o artista é uma homenagem ao pintor cubista francês Georges Braque.

Recentemente o sapato foi exposto no Atelier Richelieu, em Paris, na França. O evento trouxe criações ao longo dos últimos 150 anos, o nome da exposição foi “Sapatos, uma paixão francesa”. Ele aconteceu até novembro de 2012, ou seja, não dá mais pra visitar a exposição, infelizmente. Deixamos pra próxima, não é? rsrsrs

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publicidade:


Compartilhe este artigo com suas amigas:

   

Curta nossa página no Facebook


Comentários através do Facebook

Sem Comentários.

Deixe um Comentário